Traçadinho

DSCI1169

REGINA BOSTULIM, de Coimbra (Portugal) –
13/11/2013

Aproximam-se a Latada, a Queima das Fitas, ou outra festividade acadêmica, que, vergonha, ao quarto ano ainda não sei qual é. Mas um menino afina a guitarrinha num canto. E logo está uma troupe de estudantes músicos, uniformizados, defronte da Biblioteca geral, para deleite de um grupo de turistas japoneses.

Atiro uma moedinha na capinha de um dos guapos mancebos, que agradece, mas quando vêem que a quantia não dá nem para um bagacinho (uma pinguinha) logo esmorecem, mas não detonam o ritmo da música, que é alegrinha e brejeira:

– “Não bebo mais naquela tasca, não bebo mais traçadinho”. (Nunca mais apareço naquele boteco, não bebo mais vinho misturado).

DSCI1168

“Mas não acerto com o tom.
Desta vez estou mesmo à rasca.
Vou-me pirar de mansinho.
Não volto aquela tasca.
Não bebo mais traçadinho”.

(“Traçadinho”. Tuna (música) universitária de Coimbra. (Aqui cantada pela Estudantina Universitária de Coimbra: http://www.youtube.com/watch?v=bLCCAo4i87I).

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 13/11/2013 às 10:50 e está arquivada sob Uncategorized. Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: